Marcação individual !
 DESORGANIZADA AVACOELHADA
 FÓRUM DA AVACOELHADA AMÉRICA MG
 ADMINISTRAÇÃO ESPORTIVA
 Marcação individual !
  Registrar   Ajuda   Login

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico
Tópico com 4417 visitas e 3 mensagens
Autor
Tópico: Marcação individual !
Marco Antônio
Usuário Nivel 5

Postagens: 37058
Registro: 06/05/2002
Local: Belo Horizonte - MG - BrasilSexo Masculino
 Postado em 25/07/2007 8:17:00 AM

Marcação individual perde espaço entre treinadores

Técnicos optam pela marcação por zona mesmo quando tem pela frente ‘grandes craques’ na equipe adversária

Equipe Cidade do Futebol


Em tempos de Pelé, Maradona, Sócrates e outros craques do futebol mundial, a marcação individual era mais presente nos clubes. Atualmente, esse tipo de marcação sofreu algumas variações e não é mais executada com apenas um jogador marcando o outro.

No jogo final da Copa América, por exemplo, entre Brasil e Argentina, o técnico Dunga levou a campo uma variação dessa marcação individual. Por todos os setores onde Riquelme e Messi passaram, sempre existia um jogador os marcando, mas não necessariamente o mesmo.

Mineiro, Josué, Elano e os laterais foram designados para as funções. Dependendo do setor em que os atletas adversários estavam, um desses jogadores brasileiros desempenhava a função de marcá-los.

O próprio Mineiro comentou as instruções de Dunga após o desafio vencido pelos brasileiros. “O Dunga pediu para a gente sempre ficar atento ao posicionamento deles, mas sem deixar espaços vazios no campo. Era o mesmo sistema de marcação que a gente vinha desempenhando, mas com atenção especial ao Riquelme e ao Messi”.

No sistema de marcação individual padrão, o posicionamento do marcador deve ser o mais próximo do adversário. Normalmente, nessa opção, o treinador pede para que o seu defensor acompanhe o ‘marcado’ por todo o campo.

Esse tipo de marcação apresenta como vantagens a facilidade no entendimento das instruções e a definição imediata das responsabilidades, mas ao mesmo tempo, proporcionava uma complicação na reorganização em casos de perda de posse de bola e os espaços vazios, de acordo com a movimentação dos atletas.

A marcação por zona pode ser mais difícil para a compreensão dos atletas, mas apresenta melhores resultados. Porém, em casos como o de Brasil e Argentina, em que atletas merecem atenção especial, é necessário que os jogadores não percam a concentração em nenhum momento.

Uma boa alternativa é designar um atleta dentro do time para que seja a “voz do técnico” na quatro linhas. Ele deve ficar atento a toda movimentação adversária e pode ser um dos zagueiros, já que eles acompanham o jogo de frente.

Outro problema que deve ser observado é quando a equipe adversária desloca dois jogadores para o mesmo setor. Nesses casos é importante a participação dos laterais para que os volantes não fiquem os dois do mesmo lado, provocando um “clarão” no outro setor.

Os treinamentos em espaço reduzido são boas opções para treinar esse tipo de função tanto defensivamente, como também para que os atacantes visualizem opções para escapar desse sistema.

Bibliografia
LEAL, Julio Cesar. Futebol – Arte e Ofício. Editora Sprint, 2000
LEÃES, Cyro Garcia. Futebol – Treinamento em Espaço Reduzido. Editora Movimento, 2003.


IP LogadoPróxima Mensagem
Johnny
Usuário Nivel 5

Postagens: 8005
Registro: 06/05/2002
Local: Belo Horizonte - MG - Brasil
Idade: 44 anosSexo Masculino
 Postado em 25/07/2007 10:58:00 AM

Mensagem original postada por Marco Antônio
Uma boa alternativa é designar um atleta dentro do time para que seja a “voz do técnico” na quatro linhas. Ele deve ficar atento a toda movimentação adversária e pode ser um dos zagueiros, já que eles acompanham o jogo de frente.



Uma das coisas que mais me impressionou naquele glorioso América x Milan, foi a atuação do André Cruz como líbero.

Como zagueiro, ele estava sempre de frente para o jogo e todas as vezes que o América tomava a bola na defesa, o André Cruz voltava de frente para o lance (caminhando até devagar para trás) e com três ou quatro gestos, orientava os jogadores do Milan que estavam voltando do ataque. O resultado é que o Milan dificilmente era surpreendido com contra-ataques, já que os jogadores que voltavam do ataque conseguiam retomar rapidamente a posição e dar combate ao América já na linha do meio do campo.

Lembro-me que comentei com meu irmão que o futebol brasileiro estava a anos-luz de distância, já que aqui no Brasil é difícil encontrar um jogador que faça essa função. Aqui, normalmente, os goleiros é que, quando muito, conseguem posicionar os zagueiros e laterais (o Fabiano, por exemplo, faz muito bem), mas o André Cruz organizava desde os seus companheiros de zaga até os meias.

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Marco Antônio
Usuário Nivel 5

Postagens: 37058
Registro: 06/05/2002
Local: Belo Horizonte - MG - BrasilSexo Masculino
 Postado em 25/07/2007 12:36:00 PM

Johnny , na zaga até pode ser , mas no meio , o Gérson tinha apelido de papagaio e mudava até a tática do jogo sem consultar o técnico.

No Brasil x Uruguai , segundo o Gérson , ele estava muito marcado , então resolveu recuar e falou para o Clodoaldo avançar , o que não era comum para o cabeça de área em 1970 .

Saiu assim o primeiro gol do Brasil , depois de um passe do Tostão para o Clodoaldo.

IP LogadoMensagem Anterior
 Todos os horários são de Brasília (GMT -03:00)
 Nova Mensagem desde a sua Última Visita.
[***] Palavra proibida pelo moderador do Grupo de Discussão

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico

Volta para o Topo da Página



Forum Now! - Criar seu forum grátis