TOXOCARÍASE - A necessidade de profilaxia em nossos cães
 "Amantes do Yorkshire Terrier"
 "Amantes do Yorkshire Terrier"
 Doenças Virais, Bacterianas e Parasitológicas
 TOXOCARÍASE - A necessidade de profilaxia em nossos cães
  Registrar   Ajuda   Login

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico
Tópico com 3673 visitas e 19 mensagens
Autor
Tópico: TOXOCARÍASE - A necessidade de profilaxia em nossos cães
Deagomes
Usuário Pleno

Postagens: 497
Registro: 24/08/2004
Local: Salvador - BA - Brasil
Idade: 38 anosSexo Feminino
 Postado em 11/11/2004 5:30:00 PM

Olá gente,

Já tem algum tempo que estou querendo postar aqui alguma coisa sobre a toxocaríase humana, mas só agora tive um tempinho para pesquisar. Esse tipo de informação, para nós, que criamos cães, é sempre muito útil.

Encontrei o texto a seguir na internet e vou transcrevê-lo da forma que encontrei (é grande, mas vale a pena ler)... mas queria contar-lhes um relato de uma mãe cujo filho perdeu a quase toda visão por causa dessa doença. O filho dela, que por sinal era uma colega de trabalho, tinha 9 anos de idade na época e possuía um cãozinho de estimação, não me recordo a raça, mas sei que era de pequeno porte; o cão se contaminou pela toxocara e por falta de uma vermifugação adequada as larvas acabaram contaminando a criança... o grande problema é que a mãe não soube a princípio, pois a larva se localizou na região ocular e exames oftalmológicos comuns não são suficientes para detectar a doença.
Então, a criança foi perdendo a visão pouco a pouco e nenhum médico conseguia detectar o que era, até que ela fez consulta com um especialista em retina, que se prontificou em tentar descobrir o que estava acontecendo; ele passou 3 horas observando o fundo do olho do menino, até que visualizou a larva se movimentando e no dia segunte fez a cirurgia removendo-a.
Resumo da ópera: uma criança de pouco menos 10 anos perdeu mais de 80% da visão por causa de uma larva que poderia ser controlada com a vermifugação do animal e com a limpeza do local onde ele reside.

vamos ficar sempre atentos para onde levamos nossos yorks, os passeios diários, as caminhadas por parques... e principalmente com o controle da vermifucação, pedindo aos vets que prescrevam medicamentos de qualidade, que deixem nossos pequenos peludos e humanos (para quem os tem) protegidos.

Mil beijos,



O texto e imagens a seguir foram extraídos do site Saúde Animal

[red]
TOXOCARÍASE HUMANA


Devido às dificuldades de diagnóstico, não se pode conhecer com certeza a frequência da infecção larvar por Toxocara no homem. Os pacientes que sofrem de invasão ocular são os que mais buscam a assistência médica, mas é possível que para cada caso oftálmico existam vários com infecções larvares em outros órgãos, tais como o coração, fígado, pulmões e cérebro.


A Enfermidade no Homem:

Excetuando-se os casos muito raros de toxocaríase intestinal com parasitos adultos, a infecção humana se produz por larvas de Toxocara e a localização é extra-intestinal (larva migrans visceral). As larvas de segundo estágio migram por diferentes órgãos e tecidos, onde podem permanecer durante muito tempo. A síndrome ocorre sobretudo em crianças de 18 meses a 3 anos de idade, mais expostos a ingerir ovos de Toxocara, mas se apresenta também em indivíduos adultos. As larvas produzem nos órgãos, lesões focais de granulomas eosinófilos, que podem generalizar-se.
As manifestações clínicas dependem do número de larvas e de sua situação anatômica. As infecções leves podem ser assintomáticas, com exceção de uma eosinofilia persistente. A gravidade dos quadros clínicos é variável, predominando os de sintomatologia leve. O sinal mais comum é a eosinofilia crônica. A percentagem de eosinófilos pode chegar a mais de 50% da pesquisa total de leucócitos. Nas primeiras etapas da enfermidade são freqüentes uma hepatomegalia e uma pneumonia, com hipergamaglobulinemia. As reinfecções freqüentes afetam simultaneamente o fígado e os pulmões, debilitando muito o paciente. Nas crianças maiores e nos adolescentes é freqüente na primeira semana, uma síndrome com febre, acesso de tosse, náuseas, vômitos e dispnéia. Os sintomas podem ficar recorrentes durante vários meses. Em crianças pequenas a enfemidade pode apresentar-se em uma forma mais grave, com acessos asmáticos, febre alta, anorexia, artralgias, mialgias, náuseas, vômitos, hepatomegalia, linfadenopatia e as vezes urticária e edema angioneurótico.

A forma ocular é a mais freqüente e se apresenta como uma manifestação tardia. A presença da larva nos olhos pode causar diminuição progressiva da visão e sua perda repentina. O estrabismo é freqüente. A afecção é unilateral, e geralmente sem sintomas sistêmicos nem eosinofilia. As endoftalmias por larvas de Toxocara tem sido muitas vezes confundidas com retinoblastomas e tem determinado a extirpação do globo ocular afetado.

As larvas podem localizar-se no SNC, mas não se tem comprovado sua participação na etiologia de afecções cerebrais. Os casos fatais por larva migrans visceral são raros. A enfermidade não se transmite diretamente de uma pessoa a outra.


Fonte de Infecção e Modo de Transmissão:

A grande difusão e alta prevalência de Toxocara em cães e gatos, o grande número de ovos que estes eliminam e a resistência dos mesmos, são fatores que contribuem para a contaminação do solo, que é a fonte de infecção para o homem. As crianças são as mais expostas por suas atividades em contacto com o solo e por carrear terra e diferentes objetos contaminados para a boca. O adulto pode adquirir a infecção se não se observam regras básicas de higiene pessoal, sendo quase sempre as mãos sujas, o veículo dos ovos do parasito.


Diagnóstico:

O diagnóstico da toxocaríase larvar humana apresenta grandes dificuldades. A presença de eosinofilia, hipergamaglobulinemia e hepatomegalia, junto com a sintomatologia descrita ou os exames oftalmoscópios no caso de toxocaríase ocular, permitem suspeitar a presença da infecção.


O diagnóstico se confirma pelo exame histopatológico do tecido hepático, obtido por biópsia, ou do globo ocular nos casos de enucleação. Podem ser usadas várias provas imunobiológicas, tais como hemaglutinação, precipitação em agar-gel, imunofluorescência e hipersensibilidade cutânea. Estas provas são de certa utilidade, mas nenhuma é inteiramente satisfatória, devido à falta de especificidade e a freqüência de reações cruzadas com outras helmintíases. A prova de microprecipitação com larvas vivas tem dado ultimamente resultados promissores. O diagnóstico de toxocaríase intestinal em cães e gatos não oferece dificuldade e se estabelece mediante a observação de ovos dos parasitos no material fecal

O ciclo de vida deste verme se fecha de várias formas. Em princípio o ciclo se dá de forma direta, isto é, os vermes adultos localizados no intestino eliminam ovos que contaminam o solo. Animais tanto adulto como filhotes se infestam ao farejar e lamber o solo contaminado. Crianças também podem se
contaminar ao brincar no chão. O verme pode ainda ser transmitido aos filhotes pela sua mãe, tanto pel

IP LogadoPróxima Mensagem
Babbie
Usuário Senior

Postagens: 521
Registro: 24/08/2004
Local: Miami - - Brasil
Idade: 32 anosSexo Feminino
 Postado em 11/11/2004 8:54:00 PM

Mandou bem Deia...eu nem fazia ideia que essa doenca existia...vivendo e aprendendo ne?

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Deagomes
Usuário Pleno

Postagens: 497
Registro: 24/08/2004
Local: Salvador - BA - Brasil
Idade: 38 anosSexo Feminino
 Postado em 11/11/2004 11:09:00 PM

Pois é Tathi... vivendo e aprendendo...
Recordo-me que fiquei muito abalada com a história dessa colega, e ao mesmo tempo preocupada com a forma com que as pessoas cuidam de seus cães... o nome disso é posse irresponsável, como é triste não é? Ainda mais quando esse tipo de atitude atinge crianças inocentes.
Beijos

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Bia
Usuário Senior

Postagens: 975
Registro: 30/07/2004
Local: Natal - RN - Brasil
Idade: 42 anosSexo Feminino
 Postado em 11/11/2004 11:44:00 PM

Dea,
Parabéns pelo texto e por levantar algo tão importante e que serve de alerta aos proprietários de cães. Eu também conheço um caso aqui em Natal, que resultou na morte de uma criança de 4 anos, infectada pela tênia da carne bovina (carne vermelha).
Os cães são fortes hospedeiros desse verme.
Por essas e outras é que sou 100% a favor de um sério controle de vermifugação, independente do animal viver ou não em contato com areia e plantas.
Aqui eu sigo o seguinte quadro:
1a dose - 20 dias
2a dose - 40 dias
3a dose - 60 dias
Reforço aos 3, 4, 5 e 6 meses, quando à partir daí o reforço passa a ser de 6 em 6 meses. Alguns criadores e/ou veterinários oferecem apenas as 3 primeiras doses num intervalo de 30, 45 e 60 dias e só reforçam depois de 6 meses, mas acho que cada profissional tem o seu ponto de vista, que deve ser respeitado.
Também defendo a importância de um exame de fezes à partir dos 120 dias de vida do filhote, sendo repetido a cada 6 meses, como modo preventivo.

É muito sério essas doenças transmissiveis pelos animais e as pessoas precisam tomar mais conhecimento.
PArabéns pelo tópico!

beijocas,
Bia


IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Deagomes
Usuário Pleno

Postagens: 497
Registro: 24/08/2004
Local: Salvador - BA - Brasil
Idade: 38 anosSexo Feminino
 Postado em 13/11/2004 4:41:00 AM

Vc disse tudo Bia,
Controle da vermifugação é tudo!
Aqui em casa eu uso o Endogard, da Virbac, e como ele previne o verme do coração, o vet mandou que eu administrasse todo mês para minha pequena...
beijos

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
minane
Usuário Senior

Postagens: 606
Registro: 17/09/2004
Local: Niteroi - RJ - Brasil
Idade: 38 anosSexo Feminino
 Postado em 17/11/2004 4:59:00 PM

Olha Dea,
Eu ministro Mebendazol para minha filhota, você conhece?
O que vc acha do Endogard?

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Maitê
Usuário Iniciante

Postagens: 45
Registro: 01/11/2004
Local: Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Idade: 49 anosSexo Feminino
 Postado em 17/11/2004 5:09:00 PM



OI DEAGOMES,

EU SEMPRE ADMINISTREI O DRONTAL ADULTO, ESSE ENDOGARD É MELHOR?, É LIQUIDO OU COMPRIMIDO?, COMO SE ADMINISTRA?
EXCELENTE TEXTO, EU NEM SABIA QUE ERA TÃO GRAVE ASSIM.

MUITOS BEIJINHOS E OBRIGADA,
MAITÊ


IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Deagomes
Usuário Pleno

Postagens: 497
Registro: 24/08/2004
Local: Salvador - BA - Brasil
Idade: 38 anosSexo Feminino
 Postado em 17/11/2004 5:10:00 PM

Oi Minane...
Nunca tive nenhum problema com o Endogard não... eu administro ele mesnsalmente, pois previne o verme do coração.
beijos

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Deagomes
Usuário Pleno

Postagens: 497
Registro: 24/08/2004
Local: Salvador - BA - Brasil
Idade: 38 anosSexo Feminino
 Postado em 17/11/2004 5:18:00 PM

Oi Maitê,
Então, já dei dois tipos de vermifugo para a Meg, na infância Pets Plus, depois o Drontal Adulto, o primeiro em suspensão e o segundo em comprimidos... mas era complicado, pq tinha que ser de 3 em 3 meses e eu acabava esquecendo as datas.
Quando troquei de veterinário, ele tb trocou o vermifugo, me explicando que no caso do Endogard prevenia o verme do coração e como a administração é mensal eu já tenho aquele compromisso mensal de vermifugá-la.
O Endogard se apresenta em comprimidos em formato de ossinho, e por causa do peso da Meg o vet mandou que eu desse metade de um comprimido (como na cx tem 6 comprimidos, uma caixa é suficiente para um ano inteiro)
Olha só o site da virbac, onde tem as especificações do Endogard:
http://www.virbac.com.br/endogard.asp
Beijos



Mensagem original postada por Maitê

OI DEAGOMES,

EU SEMPRE ADMINISTREI O DRONTAL ADULTO, ESSE ENDOGARD É MELHOR?, É LIQUIDO OU COMPRIMIDO?, COMO SE ADMINISTRA?
EXCELENTE TEXTO, EU NEM SABIA QUE ERA TÃO GRAVE ASSIM.

MUITOS BEIJINHOS E OBRIGADA,
MAITÊ


IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Maitê
Usuário Iniciante

Postagens: 45
Registro: 01/11/2004
Local: Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Idade: 49 anosSexo Feminino
 Postado em 07/01/2005 6:12:00 PM

OI ANDREA,

EU DEI UMA OLHADA NO SITE QUE VOCÊ ME INDICOU, SÓ FIQUEI NA DÚVIDA SE AQUI NO RIO DE JANEIRO É NECESSÁRIO TER ESSA PREOCUPAÇÃO COM O VERME DO CORAÇÃO, SERÁ QUE O ÍNDICE DE CONTAMINAÇLÃO AQUI É ALTO, COMO EU NUNCA OUVI FALAR NADA, FIQUEI NA DÚVIDA. VOCÊ SABERIA ME DIZER ALGUMA COISA?.

BEIJOS,
MAITÊ


IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Deagomes
Usuário Pleno

Postagens: 497
Registro: 24/08/2004
Local: Salvador - BA - Brasil
Idade: 38 anosSexo Feminino
 Postado em 07/01/2005 6:27:00 PM

Oi Maitê,
Olha só, não sei das estatisticas de contaminação aí no Rio de Janeiro nem em outras cidades. De acordo com o vet de Meg, quando perguntei sobre a incidencia da doença aqui em Salvador, "mais importante do que estatisticas é o cuidado.".
Eu nem sabia dessa doença, mas sempre observei que em todos os consultórios veterinários tinham informações sobre vermes do coração, e as formas de prevenção... foi justamente qdo o vet mudou o vermifugo de minha pequena para o endogard.
Beijinhos

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Maitê
Usuário Iniciante

Postagens: 45
Registro: 01/11/2004
Local: Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Idade: 49 anosSexo Feminino
 Postado em 13/02/2005 2:22:00 PM

OI DEAGOMES,

CONVERSEI COM O VETERINÁRIO E ELE ME DISSE QUE SE MORAMOS EM CIDADES LITORÂNEAS DEVEMOS TER ESSA PREOCUPAÇÃO SIM, INDEPENDENTE DO ÍNDICE SER ALTO OU BAIXO, QUE O MELHOR É PREVENIR DE QUALQUER FORMA. ELE RECEITOU O ENDOGARD PARA A BONNIE QUE JÁ TOMOU ESSA SEMANA.

BEIJOS,
MAITÊ


IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Tininha
Usuário Pleno

Postagens: 180
Registro: 22/02/2005
Local: BRASILIA - DF - BrasilSexo Feminino
 Postado em 18/04/2005 11:12:00 AM

Dea, pelo que li no site este vermífugo pode ser dado inclusive aos filhotes... O Nick tem cinco meses, daí ele pode tomar. Mas para me esclarecer de vez, me responde umas coisinhas...
01. O Nick pesa 02 Kg... daí devo comprar o Endogard 2,5kg ?
02. Devo dar apenas a metade do comprimido ou o comprimido inteiro?
03. Tenho que dar este remédio uma vez por mês... sempre?
Desculpe as perguntas, mas preciso me esclarecer para melhor cuidar do Nick.
Bjs.


IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Deagomes
Usuário Pleno

Postagens: 497
Registro: 24/08/2004
Local: Salvador - BA - Brasil
Idade: 38 anosSexo Feminino
 Postado em 19/04/2005 10:19:00 AM

Oi Tininha,

Olha só, seria interessante vc conversar com o vet do Nick, pois não é bom medicarmos nossos peludinhos sem orientação médica. Administro o Endogard 2,5kg mensalmente em Meg, de acordo com o vet eu deveria dar apenas metade de um comprimido, pois ela tem um pouco menos de 1,500kg; como o Nick tem 02kg, acredito que ele deverá tomar o comprimido inteiro...mas não deixe de consultar o vet, é melhor ter certeza absoluta do que estavmos fazendo com nossos pequenos.
Mil beijos

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Jujubex
Usuário Iniciante

Postagens: 24
Registro: 05/03/2005
Local: Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Idade: 29 anosSexo Feminino
 Postado em 19/04/2005 9:09:00 PM

Deagomes, esse remédio é umv ermígudo exclusivo para evitar o verme do coração ou ele também previne contra outros vermes?. Eu ofereço ao Rafa um vermifugo o Drontal, ele resolve ou eu teria que estar oferencendo os dois?

obrigadinha, Jú.

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Deagomes
Usuário Pleno

Postagens: 497
Registro: 24/08/2004
Local: Salvador - BA - Brasil
Idade: 38 anosSexo Feminino
 Postado em 19/04/2005 9:12:00 PM

Oi Ju,
O Endogard não serve apenas para proteger o cão contra vermes do coração, mas tb é um vermifugo de amplo espectro.
Beijossss

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Jujubex
Usuário Iniciante

Postagens: 24
Registro: 05/03/2005
Local: Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Idade: 29 anosSexo Feminino
 Postado em 19/04/2005 9:15:00 PM

Então eu posso, da próxima vez, oferecer o endogard no lugar do drontal?, é que lendo a bula, vi que o drontal não protege contra o verme do coração não.

obrigadinha, Jú.

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Deagomes
Usuário Pleno

Postagens: 497
Registro: 24/08/2004
Local: Salvador - BA - Brasil
Idade: 38 anosSexo Feminino
 Postado em 19/04/2005 9:21:00 PM

O Drontal é um vermifugo muito bom, mas se vc quer protegê-lo contra o verme do coração, o endogard é uma opção; acho que seria interessante vc dar uma ligadinha para o veterinário antes para ele dizer exatamente como vc deve dar o Endogard para o Rafa ou até mesmo indicar outro vermifugo que tenha a mesma finalidade, afinal, assim como em humanos não é bom o uso de medicamentos sem prescrição médica não é?
Bjinhos

IP LogadoMensagem AnteriorPróxima Mensagem
Equipe-Moderadores
Usuário Master

Postagens: 6774
Registro: 16/07/2004
Local: - - Brasil
Idade: 10 anosSexo não informado
 Postado em 27/06/2010 12:57:00 AM



IP LogadoMensagem Anterior
 Todos os horários são de Brasília (GMT -03:00)
 Nova Mensagem desde a sua Última Visita.
[***] Palavra proibida pelo moderador do Grupo de Discussão

Tópico AnteriorTópico Anterior - Próximo TópicoPróximo Tópico

Volta para o Topo da Página



Forum Now! - Criar seu forum grátis